VENHA CONFERIR NOSSA NOVA COLEÇÃO

A LOJA DE TODA FAMÍLIA

Últimas noticias

ITARANTIM - IGREJA BATISTA FILADÉLFIA COMEMORA ANIVERSÁRIO COM INAUGURAÇÃO DO NOVO TEMPLO

ITARANTIM - IGREJA BATISTA FILADÉLFIA COMEMORA ANIVERSÁRIO COM INAUGURAÇÃO DO NOVO TEMPLO 


Foram dois dias para ficar na história de Itarantim-Ba, e de cada membro da Filadélfia. Uma festa linda e repleta de pessoas .A Igreja Batista Filadélfia, realizou seus primeiros cultos no Novo Templo, que por sinal ficou muito bonito. A programação de aniversário começou no sábado, 24/04/15, por voltas da 17:00 h, os Filadelfianos saíram em carreata por algumas ruas de Itarantim. Ás 19:30, culto de louvor e adoração, com a presença do Grupo Adoradores de Ilhéus-Ba, e do Pr. Luis Silva de Itapetinga-Ba. Segundo informações da diretoria da IBF, no templo havia 500 cadeiras que ficaram lotadas nos dois dias de aniversário, ainda com dezenas de pessoas em pé. No domingo-25/04/15, a programação continuou, com um delicioso almoço de confraternização entre os membros , familiares e amigos da IBF. O Encerramento foi a noite do domingo com um culto maravilhoso. Essas foram as palavras do Pr. Anacleto Torres no final da festa: “A Deus seja a honra, a glória e o louvor. Foi a melhor e maior festa de aniversário que nós já realizamos. Um momento histórico para cada um de nós.” IGREJA BATISTA FILADÉLFIA UM LUGAR PARA VOCÊ SERVIR


                                                  AGUARDE,CARREGANDO FOTOS.

A 28 cm de cota histórica, cheia do Rio Solimões afeta milhares no AM

A 28 cm de cota histórica, cheia do Rio Solimões afeta milhares no AM
Município de Tabatinga tem 75% de áreas alagadas; rio chegou a 13,54 m.
18 municípios estão em situação de emergência no interior do estado.




Adneison SeverianoDo G1 AM
FACEBOOK



Tabatinga, no interior do Amazonas, tem 75% de áreas alagadas (Foto: Adneison Severiano/G1 AM)

A menos de 30 centímetros de alcançar o nível da maior cheia do Rio Solimões, Tabatinga está com 75% das zonas urbana e rural atingidas pela subida das águas. A estimativa da Defesa Civil Municipal é que cerca de 9 mil pessoas enfrentam os impactos negativos da cheia deste ano. Tabatinga é um dos 18 municípios em situação de emergência por conta da enchente no interior do Amazonas. Moradores de áreas alagadas relatam transtornos em uma das maiores cheias dos últimos anos.
saiba mais
FOTOS: cheia do Rio Solimões inunda Tabatinga, no AM
Tonantins é 17ª cidade a decretar emergência com cheia no Amazonas
Cheia avança e número de pessoas afetadas chega a 103 mil no AM
Cheia no Rio Solimões faz Tabatinga decretar emergência, no Amazonas

O município de Tabatinga fica localizado na tríplice fronteira (Brasil, Colômbia e Peru) a 1.105 km de Manaus. A cidade é situada na calha do Alto Solimões, região mais afetada pela cheia no Amazonas, que agora convive com a iminência de registrar mais uma enchente histórica.

O nível do Rio Solimões alcançou a marca de 13,54 metros neste domingo (26). Faltam apenas 28 centímetros para a cota histórica de 13,82 m, registrada na cheia de 1999, ser atingida e 22 cm para chegar ao segundo maior nível registrado em Tabatinga (cheia de 2012). Segundo a Defesa Civil Municipal, o rio tem subido cerca de 4 centímetros diariamente.
Adelaide Gonçalves teme pela segurança da família
(Foto: Adneison Severiano/G1 AM)

Da porta da residência onde mora com mais 13 pessoas, a dona de casa Adelaide Gonçalves, de 52 anos, acompanha o avanço das águas. Ela é moradora do Bairro Guadalupe, uma das seis localidades ribeirinhas que estão submersas. A população utiliza passarelas de madeira improvisadas para circular pelas ruas.

"São muitas dificuldades que enfrentamos. Nossa vida é determinada pelo rio. Dentro da minha casa já estamos com mais de um metro de maromba [assoalho de madeira suspenso]. As cobras entram nas nossas casas. Se o rio subir mais vou perder móveis como aconteceu na cheia de 2012", relatou ao G1.
São muitas dificuldades que enfrentamos. Nossa vida é determinada pelo rio"
Adelaide Gonçalves, dona de casa

Mesmo há 20 anos convivendo com regime de cheias e os danos gerados pela inundação, Adelaide mantém o anseio de deixar para trás a vida às margens do Solimões. "Há quatro anos espero a residência que a prefeitura prometeu. É um sonho sair dessa enchente. Não suportamos passar todos os anos por essa situação", desabafou a dona de casa.

Outros cinco bairros de Tabatinga estão alagados: Dom Pedro, Portobras, Brilhante, Umariaçu I e II. De acordo com titular da Defesa Civil Estadual, coronel Roberto Rocha, o nível do Rio Solimões tem aumentado cada a cada dia na região.

"Temos uma preocupação com essa evolução gradual e gradativa. Acreditamos que pode chegar ou ultrapassar a marca da cheia de 2012. Por isso estamos reforçando a linha de trabalho da distribuição de medicamentos e a retirada das famílias de áreas alagadas para levá-las aos abrigos seguros", explicou Roberto Rocha.

Escolas sem aulas
Segundo o secretário de Defesa Civil do município, J. Costa, 25% da área urbana e 50% da zona rural estão alagados. O avanço das águas atingiu 29 comunidades, afetando quase 9 mil moradores.

"Estamos com 28 escolas da rede pública de ensino com atividades paralisadas e com 1.631 alunos sem aulas há mais de 30 dias. Entre desabrigados e desalojados são 88 famílias", informou o secretário.
Defesa Civil tem monitorado as áreas de risco em Tabatinga (Foto: Adneison Severiano/G1 AM)

Uma das reclamações dos moradores de área de risco é a demora para entrega de unidades habitacionais. O representa da prefeitura justificou que houve um atraso da conclusão das obras de 300 casas que deveriam ter sido entregues em dezembro de 2014. O projeto tem recursos do programa Minha Casa, Minha Vida. "Os beneficiários prioritários dessas casas populares são as famílias de áreas de risco. A previsão é que até junho as obras sejam concluídas", afirmou Costa.

Balanço da Cheia
No Amazonas, 18 cidades estão em situação de emergência. Na calha do Rio Juruá os municípios afetados são: Itamarati, Guajará, Ipixuna, Envira e Juruá. Na calha do Rio Purus, Canutama, Tapauá, Carauari, Pauini e Lábrea sofrem danos causados pela cheia. Atalaia do Norte, Benjamin Constant, Tabatinga, Amaturá, Santo Antônio do Içá, São Paulo de Olivença e Tonantins situados no Alto Solimões também estão em situação de emergência por causa do avanço das águas.
Casas ficaram isoladas com elevação do nível das águas (Foto: Adneison Severiano/G1 AM)

O município de Boca do Acre é o mais afetado pela cheia com 20.905 pessoas de 4.181 famílias atingidas. A cidade, que fica no Sul do estado e banhado pelo Rio Purus, está em estado de calamidade pública. Humaitá (Rio Madeira) e outros quatro municípios do Médio Solimões - Fonte Boa, Uarini, Alvarães e Tefé - estão situação de alerta.

Ao todo, 110.610 pessoas de 22.116 famílias foram afetadas pela cheia dos rios neste ano. Os dados são da Defesa Civil Estadual, que tem coordena a ajuda humanitária e assistências às vítimas. Já distribuídos 363 toneladas de alimentos não perecíveis, além de medicamentos, materiais para purificação da água (filtros e hipoclorito de sódio) e kit's dormitório (colchões, redes e mosquiteiros). Instituições públicas e empresas doaram parte dos mantimentos. O governo do estado repassou R$ 1.200,000 as prefeituras de quatro municípios.
Casas foram invadidas pelas águas (Foto: Adneison Severiano/G1 AM)
População afetada improvisa estrutura de madeira (Foto: Adneison Severiano/G1 AM)

Mulher é esfaqueada pelo marido e filha do casal, de 8 anos, entrega o pai

Mulher é esfaqueada pelo marido e filha do casal, de 8 anos, entrega o pai
Crime aconteceu na noite do último sábado (25), em São Vicente.
Homem disse em depoimento que a mulher tinha se ferido sozinha.



Cássio LyraDo G1 Santos
FACEBOOK



Vítima está em estado grave no Hospital Municipal
de Sâo Vicente, SP (Foto: Cássio Lyra/G1)

Uma mulher de 35 anos foi esfaqueada dentro da própria casa em São Vicente, no litoral de São Paulo, na noite do último sábado (25). A vítima teve três perfurações, sendo duas no pescoço e uma no rosto. O suspeito, o próprio marido, de 38 anos, afirmou que a mulher teria escorregado e caído em cima da faca quando estendia roupas no varal da residência. No entanto, a filha do casal, de apenas oito anos, disse aos policiais que ouviu a mãe gritando socorro antes da suposta queda.

Os policiais se encaminharam até a casa, no bairro Vila Nossa Senhora de Fátima, e encontraram a mulher no chão com vários ferimentos. Ela foi levada para o Hospital Municipal da cidade em estado grave. A Polícia encontrou o marido da vítima do lado de fora do Hospital. Em depoimento, ele disse que a mulher estava segurando a faca enquanto colocava a roupa no varal para, em seguida, cortar um frango. Segundo ele, ela teria caído e se machucado sozinha.

Os policiais voltaram ao local do crime e encontraram a faca em cima da máquina de lavar. Os policiais observaram que o local em que a vítima caiu estava molhado, aparentemente lavado. O marido disse que foi o seu cão que teria lambido o sangue que estava no chão. No entanto, a filha do casal disse que ouviu a mãe pedindo socorro.

O homem foi preso e indiciado por homicídio. O G1 entrou em contato com o Hospital Municipal na noite de domingo e, por meio de nota, a administração informou que a mulher segue internada em estado grave. O Conselho Tutelar precisou ser acionado para decidir o que fazer com a criança. Ela foi entregue à tia materna, por medida protetiva.

Ocorrência foi encaminhada para a Delegacia sede de São Vicente, SP (Foto: Cássio Lyra/G1)

Terra sofre ameaça potencial de impacto de 500 asteroides, diz ESA

Terra sofre ameaça potencial de impacto de 500 asteroides, diz ESA
Estudo é da Agência Espacial Europeia, que tem departamento para o tema.
Cientistas afirmam que em caso de perigo real, há dois tipos de soluções.




Da France Presse
FACEBOOK



Ilustração feita pela Agência Espacial Europeia mostra asteroides passando próximo da Terra (Foto: ESA/P.Carril)

Cerca de 500 asteroides ameaçam potencialmente a Terra, um problema para o qual especialistas da Agência Espacial Europeia (ESA) encontraram soluções que parecem ter saído de um filme de ficção científica.

"Temos cerca de 500 objetos próximos à Terra identificados que poderiam, dentro de 100 anos, eventualmente tocar a terra, mas a probabilidade é muito baixa, em alguns casos de 1 em 1 milhão", disse Detlef Koschny, chefe do setor de NEO (Near-Earth Objects) na ESA.

"Seguimos seus caminhos, tentamos prever o que poderiam ser e se, eventualmente, representarão um risco", explicou Koschny a partir do centro operacional dos NEO na cidade italiana de Frascati, perto de Roma.

"Em caso de perigo real, temos duas soluções atualmente viáveis ", acrescentou o especialista. "O primeiro é o acidente de movimento cósmico", disse.

"Imagine um veículo, que é o asteroide, e um outro veículo, que é a nossa ferramenta, colidindo com ele e o deslocando de sua trajetória. Por conta da pressão, é possível desviá-lo gradualmente da Terra", afirmou. "A segunda solução é destruir o asteroide com a ajuda de uma explosão nuclear", acrescenta Koschny.
Ação à distância
A questão é: como mirar um objeto espacial viajando a 3.600 km/h com um outro objeto lançado para interceptá-lo com a mesma velocidade?

"A partir de uma experiência americana chamada Deep Impact sabemos que é possível alcançar todos os objetos maiores que 100 metros de diâmetro. Nos encaminhamos provavelmente aos satélites autoguiados por uma câmera, porque não teríamos tempo para dirigi-los a partir da Terra", explica o cientista.

"É mais fácil quando é Bruce Willis quem faz isso", diz, brincando, Richard Tremayne-Smith, copresidente da Conferência de Defesa Planetária (Planetary Defence Conference, PDC), realizada em Frascati. Uma alusão ao filme americano "Armageddon", em que o ator destrói um asteroide que ameaça a Terra.

"A defesa planetária era um hobby há dez anos. Hoje, tornou-se uma preocupação global", aponta William Ailor, segundo co-presidente do PDC.

A PDC é coisa séria e envolve especialistas da Nasa, da ESA e de outras instituições, mas também há lugar para jogos de RPG.

"O jogo consiste em simular uma crise [provocada] por uma possível queda de um asteroide na Terra, com três pessoas desempenhando o papel de autoridades políticas, seus conselheiros científicos, representantes das populações ameaçadas e a imprensa", explicou Debbie Lewis, especialista em gestão de catástrofes.

"Precisamos de acordos de comando, controle, coordenação e comunicação em nível internacional", insistiu a especialista. É que os danos causados pela queda de um asteroide podem ser gigantescos em função do tamanho.

Segundo vários especialistas, 75% das diferentes formas de vida na Terra, inclusive os dinossauros, desapareceram por causa da queda de um enorme asteroide há 65 milhões de anos.

"Devemos estar preparados, o despertador já tocou, mas teimamos em desligá-lo", afirmou Lewis.

Idoso é preso acusado de beijar boca de criança de oito anos no interior da Bahia

Idoso é preso acusado de beijar boca de criança de oito anos no interior da Bahia

Resultado de imagem para Idoso é preso acusado de beijar boca de criança de oito anos no interior da Bahia
Foto Ilustrativa

Testemunhas disseram que o caso se trata de uma vingança do pai da menina com o idoso
Um idoso de 65 anos foi preso acusado de beijar a boca de uma criança de oito anos, no município de Ibirapitanga, localizado a 350 km de Salvador.
Segundo informações da Delegacia Territorial da região, Renato Biano Cardoso, foi flagrado pelo pai da criança, que afirma ter gravado um vídeo com a cena.
Ainda de acordo com a polícia, testemunhas disseram que o caso se trata de uma vingança do pai da menina com o idoso.

Apesar das acusações Renato alega inocência. Ele foi encaminhado para a delegacia de Ubatã e encontra-se à disposição da Justiça.

Mulher é esfaqueada pelo companheiro no interior da Bahia

Mulher é esfaqueada pelo companheiro no interior da Bahia

Um desavença entre marido e mulher resultou nessa tentativa de homicídio

Mulher  agredida pelo companheiro  Foto: Itamaraju Notícias
Mulher agredida pelo companheiro
Foto: Itamaraju Notícias


Uma mulher foi esfaqueada na cabeça pelo seu companheiro na sexta-feira (24), no bairro de Fátima, em Itamaraju, cidade que fica localizada a 745 quilômetros de Salvador no extremo sul da Bahia.
De acordo com informações da polícia, a vítima identificada como sendo Adrielle Maria de Jesus (24 anos), teria sido agredida a pauladas, além de ter recebido facadas na cabeça. No momento do crime ela estava em companhia de seu filho de seis meses de idade 06 meses, que quase foi atindigo. Conforme informações o crime teria sido motivado por brigas entre ela e seu companheiro.

Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência foi acionada e fez o resgate da vítima. Vizinhos assustados com a cena, estiveram cuidando da criança que estava aos prantos. A vítima segue internada no hospital municipal de Itamaraju.
Redação VN

Após morte da irmã e gravidez, estudante perde 32 kg em oito meses

Após morte da irmã e gravidez, estudante perde 32 kg em oito meses

Erika Santana, de 19 anos, pretende emagrecer mais 10 kg.
'Eu canalizei toda minha raiva, pressão e dor na comida', conta a jovem.

Gabriela GonçalvesDo G1, em São Paulo
Após uma fase conturbada, que incluia a morte da irmã, Erika Santana, de 19 anos, entrou em depressão, descobriu que estava grávida e chegou aos 102 kg. Encontrar roupas e sapatos que coubessem em seu corpo se tornou cada vez mais difícil. Quando percebeu que o excesso de peso estava atrapalhando a rotina com seu filho, a jovem decidiu emagrecer. Em oito meses, emagreceu 32 kg e pretende eliminar mais 10 kg.
Erika Santana emagreceu 32 kg em oito meses (Foto: Arquivo pessoal/Erika Santana)Erika Santana emagreceu 32 kg em oito meses (Foto: Arquivo pessoal/Erika Santana)
“Eu canalizei toda minha raiva, pressão e dor na comida. Tinha muita coisa acontecendo na minha vida. Tinha acabado de perder a minha irmã, tinha que estudar e estava grávida. Não soube lidar com tudo isso”, conta Erika, que estava no terceiro ano do ensino médio nesta época.
Erika Santana emagreceu 32 kg em oito meses (Foto: Editoria de Arte/G1)
Apesar de ter sido sempre gordinha, para Erika isso nunca foi um problema. “Eu fui uma criança e uma adolescente gordinha. Todos da minha família são acima do peso. Eu sempre me senti bonita e era a mais engraçada do grupo”, explica a jovem.
Entretanto, quando uma vendedora perguntou se sua irmã era sua filha, Erika quis mudar. “Minha irmã era 11 meses mais nova do que eu. Não podia mais ouvir esse tipo de coisa e não conseguia me olhar no espelho mais. Eu sempre fui muito vaidosa e precisava recuperar isso.”
Em agosto de 2014, Erika decidiu melhoraria sua alimentação. “O primeiro passo foi entender quando eu estava com fome e quando eu queria comer para tampar alguma emoção.” A jovem passou a comer de duas em duas horas e a incluir frutas, tapiocas e iogurte natural em seu cardápio.
Tendo que se dedicar aos estudos – Erika prestará vestibular para o curso de medicina – e cuidar de seu filho, de um ano, ela não conseguiu se matricular na academia. “Pesquisei alguns exercícios na internet e adaptei em casa. Mas o melhor, para mim, é a dança, porque eu consigo brincar com meu bebê ao mesmo tempo que eu me exercito.”
"Deixei de descontar minhas emoções na comida e passei a descontar na dança, corda e abdominal", afirma a jovem, que diz ser importante ocupar a cabeça e se distrair.
Erika comprou uma bicicleta ergométrica, pesquisou séries de abdominais, pula corda e dança diariamente. Em oito meses eliminou 32 kg.
Atualmente, faz acompanhamento com um nutricionista esportivo para emagrecer mais 10 kg e reduzir percentual de gordura corporal e aumentar massa magra.
A família da jovem não aderiu a dieta, mas mudou alguns hábitos. “Eles não quiseram entrar [na dieta] junto comigo, mas diminuíram o refrigerante e não comem tanto doce quanto comiam antes.”
Erika come de duas em duas horas e pretende emagrecer mais 10 kg (Foto: Arquivo pessoal/Erika Santana)Erika come de duas em duas horas e pretende emagrecer mais 10 kg (Foto: Arquivo pessoal/Erika Santana)

Em oito meses, Renato emagreceu 32 kg (Foto: Arquivo pessoal/Erika Santana)Em oito meses, Erika emagreceu 32 kg (Foto: Arquivo pessoal/Erika Santana)

Aluno com nota baixa não pode ser excluído automaticamente do Fies

Aluno com nota baixa não pode ser excluído automaticamente do Fies

Decisão da Justiça garante direito de defesa dos alunos.
Fies exige que estudante seja aprovado em ao menos 75% das disciplinas.

Ana Carolina MorenoDo G1, em São Paulo
Região (TRF1) decidiu, por unanimidade, que o mau desempenho no curso de um estudante de ensino superior participante do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) não é motivo para a exclusão automática do contrato de financiamento. Em decisão de segunda instância promulgada na última quarta-feira (22), os desembargadores negaram recurso e confirmaram a sentença anterior.
A ação judicial foi movida pelo Ministério Público Federal (MPF) contra a Caixa Econômica Federal em Minas Gerais, o Centro Universitário Triângulo (Unitri), o Instituto Superior de Ensino e Pesquisa (Isepi) e a Escola Superior de Ciências Contábeis e Administração de Ituiutaba (MG).
Exigência de aprovação mínima
Uma das regras do Fies estipula que os estudantes financiados pelo governo precisam ser aprovados em no mínimo 75% das disciplinas cursadas no semestre. Mas, segundo a Justiça Federal, caso esse requisito seja descumprido, as instituições não podem excluir o estudante do programa automaticamente, sem oferecer o direito à ampla defesa.
Parte da decisão, segundo o TRF, vale para todas as instituições de ensino superior participantes do Fies. De acordo com o documento, nenhuma instituição pode excluir os estudantes sem antes ouvi-los.
Multas
Especificamente no caso das três instituições citadas na ação, a Justiça determinou ainda que os estudantes excluídos automaticamente do Fies desde 2001, em razão do mau desempenho nas disciplinas, devem receber o direito de justificar as reprovações. O TRF estipulou o prazo de 120 dias para que elas cumpram essa determinação, sob pena de multa de R$ 30 mil por instituição.
Caso a justificativa apresentada pelos estudantes seja acolhida pela instituição, a Justiça determinou que, dentro de um prazo de 60 dias, a Caixa reinclua esses estudantes no programa, com retroatividade válida até janeiro de 2001, e sob pena de multa e R$ 1.000 por aluno que permaneça excluído após o fim do prazo.
Portarias garantem defesa
Na decisão, o relator, desembargador federal Souza Prudente, afirma que todas as portarias e legislações que regulamentam o Fies e foram publicadas desde 2001 determinam a exigência de que os estudantes financiados pelo fundo tenham o direito de justificarem o mau desempenho, e garantem que, caso essa justificativa seja aceita, esses estudantes sejam mantidos no programa.
"Havendo regra possibilitando, em casos excepcionais, a permanência do Fies do aluno com baixo desempenho acadêmico, mediante justificativa, resta claro que a exclusão do referido aluno não pode ocorrer de forma automática, demandando prévia oitiva do aluno interessado, pois se trata de critério subjetivo", diz a decisão.
"Como a lei e as portarias que regulamentam o Fies não previram a que o aluno com baixo desempenho acadêmico seria excluído automaticamente, não poderiam as Comissões Permanentes de Seleção e Acompanhamento do Fies assim proceder, criando limitação legal inexistente". explicou o desembargador.
Finalidade social do Fies
Por isso, ele considerou "ilegítima e incompatível com a finalidade social do Fies a conduta praticada pelas instituições de ensino superior aqui demandadas que, deixando de abrir a oportunidade aos alunos filiados ao Fies de justificarem seus motivos que levaram a não alcançarem o rendimento mínimo exigido, os excluíram automaticamente do programa".
Para o desembargador, "a adesão ao Fies não se trata de mero contrato privado, mas sim de acesso a programa governamental destinado a assegurar a acessibilidade de estudantes carentes ao ensino superior, como forma de democratizar a educação superior".
Souza Prudente afirma ainda que a prática de exclusão automática vai contra os princípios constitucionais do "contraditório e da ampla defesa".

PREVISÃO DO TEMPO

Postagens populares

 
Desenvolvido por : Whenderson (WMS - Templates)
Tecnologia do : Blogger
Copyright © 2013. ITARANTIM NEWS 24 HORAS - O SITE MAIS ACESSADO... - Direitos reservados.